Bullying, a piada mais séria do mundo

Bullying, a piada mais séria do mundo

Bullying. Essa palavra te lembra algo?

Conceito técnico: Bullying é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo bullying tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão, brigão. Mesmo sem uma denominação em português, é entendido como ameaça, tirania, opressão, intimidação, humilhação e maltrato.

Conceito na sociedade: “piadas inofensivas”. O radicalismo anda um pouco extremo em relações a muitas coisas hoje em dia. Bullying, na minha humilde opinião, se tornou uma das piadas mais sérias do mundo de hoje em dia.

Por que? Porque tudo é motivo pra acusar de bullying. Você chama seu amigo de “besta”, ele ja se ofende e fala que isso é bullying por algum motivo x. Isso banaliza o sentido da palavra e nos faz levar essa palavra com menos impacto do que deveriamos. Eu e meus amigos muitas vezes usamos a expressão “para de praticar bullying comigo” enquanto gargalhamos sobre ficar tirando sarro uns dos outros. Ja virou uma piada para nós.

E pra sociedade?

A luta contra o bullying vem se intensificando cada vez mais e isso se torna cada vez mais visivel nos programas de tv de hoje em dia.

Ja ouviu falar da série musical Glee?

É uma série sobre pessoas que sofreram de bullying em algum momento da vida. Fala sobre as dificuldades que elas sofreram para se aceitar e como elas lutaram para tentarem ser aceitas pela sociedade que só os via como “perdedores”.

montagem do seriado Glee
Seriado Glee

Se tornou uma das séries de maior sucesso do mundo, não só pelas músicas, mas porque as pessoas se identificavam com aquelas histórias. É triste você saber que um dos grandes motivos de algo ter feito sucesso foi porque as pessoas se identificam com pessoas sofrendo por ações de outras pessoas.

Houve uma série tambem que eu gostei bastante que mudou não o conceito de bullying em si, mas uma grande parte de um preconceito, o que não deixa de ser uma prática de bullying dependendo de como é aplicada.

Drop Dead Diva conta a história de uma modelo burra que morre e reencarna no corpo de uma advogada acima do peso que não se importa nem um pouco com a aparencia mas é inteligente.

gif de Jane, a protagonista do seriado Drop Dead Diva
Jane, a protagonista de Drop Dead Diva

A modelo herda os “dotes” intelectuais da advogada e tem que aprender a conviver com um corpo que sempre menosprezou a vida toda. A melhor parte? Ela aprendeu a se amar desse jeito. Esse é o grande barato. Ela se botou, literalmente, no lugar de alguém que ela menosprezava e sentiu como era viver daquele jeito.

Bullying não é algo novo.

Não pense isso. A crueldade humana vai até muito tempo. Não vamos voltar muito mas usemos um exemplo grande da telona: As Patricinhas de Beverly Hills, anos 90. Um filme sobre garotas populares.

"Você é uma virgem que não sabe dirigir."
Cena de “As Patricinhas de Beverly Hills”. Na legenda: “Você é uma virgem que não sabe dirigir.”

Ja conseguiu imaginar o resto? Pois bem, não vou prolongar muito.

A luta contra esse grande “valentão” vem se tornando mais forte não só na midia televisiva. Cantores também estão tomando partido.

Nicola Roberts, do Reino Unido, criou uma campanha e fez muito sucesso pela sua grande luta contra o bullying que faziam com ela.

gif da cantora Nicola Roberts
Nicola Roberts

Ela fazia parte da banda Girls Aloud, quando tinha 17 anos, e era sempre noticiada como a garota “rude”, a feia, a esquisita, pelos jornais, televisões, radios e afins.Ela não era obrigada a sorrir. Mas seus produtores, para vender, a obrigavam a se bronzear artificalmente porque ela se “destacava” demais das outras garotas da banda por conta de sua cor palida demais. Nicola decidiu se rebelar contra isso. Depois que a banda se tornou um grande sucesso, ela resolveu deixar de lado o que pensavam e ajudou o governo do Reino Unido a criar uma lei que proibisse bronzeamentos artificiais em garotas menores de idade devido às suas consequencias.

foto de antes e depois da cantora Nicola
À esquerda, Nicola no inicio das Girls Aloud. À direita, ela após parar com os bronzeamentos artificiais.

Além disso, no final de 2008, quando a banda deu um intervalo grande, Nicola criou uma linha de maquiagem própria para garotas com as peles mais claras e pálidas.

Todo mundo tem o direito de se sentir bonito, sem levar isso pro lado extremo, não acham? Só porque alguém te chamou de idiota, não significa que seja bullying. Saiba escolher suas batalhas, pois certas coisas se tornam banais quando usadas sem propósitos reais.

Deixe uma resposta